contato@anastaciaamaral.com
+351 935 409 333
Vistos para imigrantes empreendedores (visto D2)

Vistos para imigrantes empreendedores (visto D2)

  • Posted by Anastácia Amaral
  • On Junho 30, 2021

O Visto para empreendedores em Portugal (Visto D2) é um visto destinado a empresários que queiram empreender e realizar investimentos no país, bem como para profissionais autônomos.

É uma das possibilidades mais procuradas entre os estrangeiros, sobretudo, os brasileiros para poder ingressar e residir em Portugal deforma legal.

Como todo processo de visto, é importante compreender os requisitos necessários para a sua aplicação e se realmente é a modalidade ideal para seus objetivos.

Abaixo, comentamos brevemente os principais requisitos necessários para aplicar para o Visto para empreendedores em Portugal (Visto D2):

  1. Demonstrar a viabilidade do negócio em Portugal através de um plano de negócios. Aqui, note que é muito importante você demonstrar que há um planejamento. Que você avaliou as possibilidades do mercado português, afinal, como empresário e autônomo, você busca o sucesso do seu negócio;
  2. Relevância social, cultural, tecnológica, científica ou econômica para o crescimento de Portugal. Não são todos os tipos de investimentos e empreendimentos que são elegíveis para a solicitação do Visto D2;
  3. Comprovação da capacidade financeira para manter a empresa aberta. Aqui, novamente, entre a importância do planejamento e demonstração dele para o governo português;
  4. Comprovação de um depósito na conta da empresa. Note que isso não se confunde com o mínimo de capital social da empresa (que pode ser até de EUR 1). Para passar a credibilidade para o governo e sua intenção de investimento no negócio, o valor depositado deve ser condizente com a atividade que deseja realizar.

Entre as vantagens da modalidade de Visto para empreendedores (Visto D2), estão:

  1. Possibilidade de internacionalização do seu negócio;
  2. É possível solicitar o reagrupamento familiar para cônjuges, dependentes legais e filhos de até 24 anos;
  3. O mercado português é uma porta de entrada para o mercado europeu.

Para a solicitação, a entrada pode ser realizada ainda estando no Brasil.

É sempre bom contratar uma consultoria especializada que vai instruí-lo quanto à documentação e prazos necessários.

Reiteramos que é muito importante que toda a documentação esteja conferida e “ok” no momento da apresentação da solicitação de visto, pois isso pode atrasar todo o processo de solicitação. E não é o você deseja.

A mesma orientação vale para os prazos. Um dos mais importantes, por exemplo, é aquele para a sua comunicação de chegada junto ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). Uma vez que o Visto tenha sido concedido, você tem até 4 meses para iniciar os tramites relativos a regularização da sua residência, que terá neste primeiro momento validade de 2 anos.

Estamos à disposição para maiores informações e orientações quanto a essa modalidade de visto.

0 Comments

Leave Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PortuguêsEnglishEspañol